Download WordPress Themes, Happy Birthday Wishes
Home / Finanças Pessoais / Maturidade Financeira

Maturidade Financeira

Para tratar deste assunto vou usar o exemplo da vida de José, filho de Jacó. A partir deste ponto seguirá uma série especial sobre finanças baseada na vida de José, que consi­dero um dos maiores administradores financeiros de todos os tempos. Ele tem muito a nos ensinar.

 

Voltando então à questão de maturidade, pergunto: você se considera uma pessoa madura para tomar decisões finan­ceiras?

 

Perceba que, quando José entrou em cena no capítulo 37 de Gênesis, ele era apenas um adolescente, com 17 anos de idade. E qual o nível de maturidade que poderíamos exigir de um adolescente? Àquela altura José já era um jovem traba­lhador.

 

Veja o que diz o texto de Gênesis 37.2: Quando José era um jovem de dezessete anos, cuidava das ovelhas e das cabras, junto com seus irmãos, os filhos de Bila e de Zilpa, que eram mulheres de seu pai. E José contava ao seu pai as coisas erradas que os seus irmãos faziam. Você sabe muito bem que o trabalho gera amadurecimento, porque a pessoa assume responsabilidades; então José já estava a caminho dessa maturidade.

 

Mas veja que havia falhas bem características de um jovem ainda sem muita experiência. Pois o texto diz que “José contava ao pai as coisas erradas que seus irmãos faziam”. Note que, ainda tão jovem, José já tinha de lidar com questões de caráter. Falar ou não falar sobre os erros dos irmãos? Ele não tinha dúvidas sobre isso. Ele contava tudo.

 

Mas de que maneira ele fazia isso? Fato é que por causa disso a relação de José com seus irmãos não era nada boa. Um outro elemento que se destaca nessa relação familiar era a predileção escan­carada de Jacó por José. Quando seus irmãos perceberam isso, a tensão familiar se elevou ao ponto de seus irmãos pas­sarem a odiá-lo.

 

Para complicar tudo, ainda vieram os sonhos de José. Nesses sonhos, José se encontrava em posição de liderança em relação a seus irmãos, e até mesmo em relação a seus pais. A tensão se elevou ainda mais.

 

Seus irmãos dis­seram: “Então você vai reinar sobre nós? Quer dizer que você vai governar sobre nós?” E o odiaram ainda mais por causa do sonho e do que tinha dito. José foi então traído por seus irmãos e iniciou-se um longo período em que ele se tornou escravo e prisioneiro, um período de amadurecimento para aquele que se tornaria um homem-chave para a sobrevivên­cia da humanidade. Digo tudo isso para que você reflita sobre sua maturidade.

 

Às vezes percebo que pessoas envelhecem, mas não amadurecem, e acabam tomando decisões financei­ras que as levam a sofrer.

 

Conclusão: Esteja atento para verificar como está sua maturidade financeira. Por exemplo, você “se acha” por ter uma condição financeira privilegiada em relação a outras pessoas? Você fica alardeando essa sua condi­ção financeira? Você se gaba de decisões financeiras que tomou e nas quais você acha que levou vantagem? Exa­mine seu coração para ver se necessita amadurecer em sua relação com o dinheiro.

 

Fonte: Paulo de Tarso 

Leave a Reply