Home / Internacional / Um novo regime autoritário no Turcomenistão

Um novo regime autoritário no Turcomenistão

Atualmente, há pelo menos dois acontecimentos notáveis no Turcomenistão: o primeiro é o culto ao presidente e o segundo é a alteração da Constituição do país

12_Turkmenistan_0250001867[1]

No final de junho, o jornal Asia News e a rádio Free Europeinformaram que as autoridades do Turcomenistão revelaram uma estátua gigante do presidente Gurbanguly Berdymukhamedov, onde ele está montado num cavalo, segurando uma pomba e coberto com uma camada de ouro de 24 quilates.

 

Um novo culto à personalidade foi lançado. Uma estátua será a primeira edificação a ser erguida em Ashgabat, capital do país, no mesmo momento em que milhares de casas estão sendo derrubadas. Segundo o Asia News, a Comissão Constitucional do Turcomenistão vai levar em consideração duas alterações na Constituição do país: a primeira é para estender o mandato presidencial de 5 para 7 anos; a segunda é para eliminar o limite de idade de 70 anos para os detentores de cargos presidenciais.

 

Segundo Rolf, analista de perseguição da Portas Abertas: “Embora não haja uma mudança de governo no Turcomenistão, a igreja pode ser confrontada com mais resistência. O regime parece ser muito mais assertivo do que antes, e isso pode refletir sobre a liberdade de religião, em geral. O regime vai se esforçar para que haja harmonia no país, mas o evangelismo cristão para a população muçulmana será considerado como uma ameaça. É evidente que haverá mais restrições para os cristãos”.

 

O Turcomenistão ocupa a 20ª posição na Classificação da Perseguição Religiosa.

 

Fonte: IBB News / Portas Abertas

Leave a Reply