Home / Internacional / No Laos, cristãos perdem direitos e são considerados maus cidadãos

No Laos, cristãos perdem direitos e são considerados maus cidadãos

Perseguição religiosa – Pastor local conta que muitas famílias cristãs vivem de forma secreta

Livros de registros são emitidos a todas as famílias do Laos, desde 1992, como uma maneira de manter a sociedade sob controle.

Todo cidadão deve ter em casa o livro azul com o brasão do país na capa. No caso de alguma infração de alguém da família, o livro é confiscado. O cidadão que não tem o livro perde os direitos e é considerado mau cidadão.

Se tratando dos cristãos a situação é ainda pior. Uma família que se converte é considerada uma família de colonos, sem pátria e sem amparo legal.

“Nenhum cristão na minha aldeia possui um livro de família, eles vivem de forma secreta. Mesmo sendo cristãos convertidos, eles ainda fazem sacrifícios de animais, porque se pararem são convidados a deixar a aldeia”, diz um pastor da região.

O pastor também conta que era constantemente observado e que mantia seu comércio ilegalmente já que seu livro havia sido confiscado.

“Eu oro muito para que os cristãos tenham uma fonte de subsistência. Estou pensando em comprar uma fazenda onde eles possam trabalhar juntos. Embora nossa situação seja difícil, eu tenho certeza de Deus está trabalhando por nós”, afirmou.

 

Fonte: IBB News / Portas Abertas

Leave a Reply