Home / Artigos / Eu não disse isso!

Eu não disse isso!

Edmilson Mendes – Sermos acusados por palavras e frases que nunca dissemos, é frustrante. Para piorar, sermos alvos das falsas certezas, onde os outros acreditam que as mentiras a nosso respeito são verdades, é decepcionante

Quando você menos espera lá está seu nome no meio da roda. Os que usam seu nome garantem: foi ele que disse isso. Isso? Como assim? Eu? Indignado pergunta você. Afinal, nunca você disse nada parecido com o que estão dizendo que você disse, mas infelizmente estão dizendo que você disse.

Quem está dizendo? Todo mundo, é a resposta. Aí você pensa: todo mundo? Mas quem é todo mundo? Então você cria coragem e pergunta, como resposta ouve uma explicação horrorosa: Não posso te dizer, não quero me comprometer, mas que estão dizendo que você disse, estão! Mas eu não disse isso, responde você ainda mais irritado. Tudo bem, você está falando que não disse, mas a história que está correndo é que você disse sim.

E a coisa não para. Filho, você disse ou não disse o que estão falando que você disse? Perguntam os pais. O que você disse está criando problemas na empresa, alerta o chefe. Você disse coisas que entristeceu algumas famílias da igreja, argumenta o pastor. Chega um ponto que você mesmo começa a se questionar: Será que disse algo e fui mal interpretado? Se isto aconteceu não foi o que eu queria dizer…

Seja como for, sermos acusados por palavras e frases que nunca dissemos, é frustrante. Para piorar, sermos alvos das falsas certezas, onde os outros acreditam que mentiras são verdades a nosso respeito, é decepcionante.

Seria como procurar um palito de dente no calçadão da Rua Direita em São Paulo. A fofoca instalada e maleficamente espalhada, praticamente impede a descoberta de quem começou a calúnia. O fato é que estão dizendo que você disse, embora você saber que não disse.

Como não se descobre a fonte das águas amargas, se começa a desconfiar de todo mundo, lá se vai a confiança, o prazer na comunhão, a alegria de uma conversa.

Tudo isso é triste, não é mesmo? Mas tudo isso que escrevi até aqui, colocou como vítima da calúnia você, eu, a gente. Mesmo assim, sendo defeituosos como somos, problemáticos e pecadores como somos, nos entristecemos. Não queremos que digam que dissemos algo que nós efetivamente não dissemos. E não queremos por um único motivo: é mentira. E se fosse com Deus? Ele se entristeceria?

Certamente. Se pecadores não gostam, imagine um ser que é todo santidade e verdade. Aqui nós chegamos num beco daqueles sem saída. Brincar, zoar, abusar e usar do nome de Deus para afirmar uma mentira é uma atitude gravíssima com consequências idem. Porém o volume de gente se utilizando do nome de Deus para dizer o que Ele não disse, só cresce.

Novelas, filmes, blogs, livros, pregadores, artistas, cantores, líderes, humoristas, políticos, poderosos, decadentes, militares, esquerdistas, direitistas. A lista é grande. Tem muita gente ganhando, tirando uma casquinha, lucrando com o nome de Deus, colocando na boca de Deus o que lhes agrada e não o que Ele de fato disse.

Provérbios 30:6 na Bíblia na linguagem de hoje, tem um alerta: “Nunca declare que Deus disse alguma coisa que de fato Ele não disse; se você fizer isso, Ele o corrigirá e mostrará que você é mentiroso.” Claro e direto. Esta é a diferença entre as milhares de vítimas de calúnia e o Deus verdadeiro. Eu, quando alvo de mentiras, nada posso fazer além de gritar que sou inocente. Ele, quando alvo de mentiras, tudo pode fazer. E faz. E age. E se movimenta com justiça no tempo certo.

Você não disse que o que estão dizendo que você disse na verdade você não disse? Descanse em Deus. Ele é sua testemunha, Ele virá em seu socorro. Se preocupe apenas em zelar da dignidade do seu carater, que Ele cuidará da sua reputação. Ou seja, “seja forte e corajoso! Não fique desanimado nem tenha medo, porque eu, o Eterno, o seu Deus, estarei com você em qualquer lugar para onde você for!”, foi o que Deus disse em Josué 1:9.

Paz!

Fonte: IBB News, Edmilson Mendes

Leave a Reply