Home / Espaço Jovem / Dois tipos de solteiro (a) que você nunca pode se tornar

Dois tipos de solteiro (a) que você nunca pode se tornar

Este artigo vai especialmente para a galera que está solteira e diz esperar em Deus, mas quando ninguém está vendo sofre intensamente por não conhecer a si mesmo. Por isso, decidimos ressaltar os dois tipos de solteiros que mais vimos neste tempo em que temos trabalhado com jovens na área sentimental: o “medroso perfeito” e o “carente ao extremo”.

Pode ser que você se encaixe em um desses dois tipos. Calma! Nosso propósito não é apontar o dedo e lhe julgar, mas lhe ajudar a entender um pouco mais de si mesmo para você lidar melhor com os conflitos da solteirice e permitir que Deus trabalhe em sua vida para que você viva o melhor em seu casamento. Sem demora, vai:

1) [MEDROSO PERFEITO] OS QUE BUSCAM ALGUÉM ALTAMENTE COMPATÍVEL, BRILHANTE E ATRAENTE

Esse tipo de solteiro deixa passar excelentes cônjuges em potencial por causa de seu medo e perfeccionismo. Sua lista da “pessoa ideal” é repleta de requisitos que só podem ser preenchidos por uma “inexistente” pessoa perfeita. Se você já se tornou esse tipo de pessoa, nosso conselho é: rasgue essa listinha, mas antes, rasgue o coração perante aquele que criou o relacionamento: Deus. Só Ele é poderoso para arrancar de vez esse medo de se relacionar. Ele nos fez para relacionamentos e não deseja que sejamos envolvidos e engolidos por essa sensação de que fracassaremos nessa área. Deus aproximará pessoas de você. Conheça-as. Abra seu coração e deixe Deus lhe surpreender.

2) [CARENTE AO EXTREMO] OS QUE ACHAM QUE A VIDA DE SOLTEIRO É UM PURGATÓRIO, ONDE PASSAM SEUS DIAS ESPERANDO QUE A VIDA COMECE “PRA VALER”.

Esse tipo de solteiro assusta e afasta as pessoas com sua carência intensa e, por vezes, faz escolhas infelizes de cônjuges por desespero. O desespero é o pior cenário para se iniciar um relacionamento para a vida toda. Ele lhe faz escolher precipitadamente alguém tão somente para alimentar seu egoísmo e lhe faz pensar que essa “carência” será aliviada. Porém, como você já deve ter ouvido, problema de carência não se resolve com relacionamento, mas com Jesus.

Quando o primeiro tipo de solteiro se relaciona com o segundo, essa combinação pode causar uma explosão de sofrimento em ambos. Bem que gostaríamos de lhe dar uma receita ou passos de autoajuda, mas o que funciona de verdade nessa área de nossa vida é a ajuda do Alto!

Que sua solteirice seja oferecida a Cristo e traga a centralidade dEle em tudo para que você trilhe uma saudável jornada do olhar ao altar.

:: Pr. Leandro e Aline Almeida – Do Olhar ao Altar

Leave a Reply