Home / Finanças Pessoais / Desafios Para o Pastor

Desafios Para o Pastor

Falar das dificuldades financeiras pelas quais tem passado as pessoas, famílias e instituições é quase que cair no lugar comum. Já não necessitamos de muitos argumentos e estatísticas para nos convencermos desta realidade.

É bem possível que nossas dificuldades na gestão dos nossos recursos financeiros, como também da organização que lideramos, seja a realidade mais palpável dos entraves cotidianos que nos distanciam de um ideal extremamente desejado: sucesso na administração do dinheiro.
Por isso quero compartilhar de pelo menos três desafios para você que é pastor de uma igreja local no que diz respeito à administração financeira.

1o Desafio: Administração das finanças pessoal ou familiar
Dentre as incumbências do pastor, uma das mais importantes é ser exemplo daquilo que ensina ou prega. Portanto, o pastor necessita administrar suas finanças de uma maneira consistente com as diretrizes bíblicas sobre o assunto.

A Bíblia, embora não de forma sistemática, aborda o assunto dinheiro e posses materiais em diversas de suas narrativas. O próprio Jesus lança, em diversas oportunidades, luzes para uma compreensão do papel que o dinheiro deve ocupar no dia a dia das pessoas.
Na parábola do administrador astuto, Jesus faz a seguinte colocação: “Assim, se vocês não forem dignos de confiança em lidar com as riquezas deste mundo ímpio, quem lhes confiará as verdadeiras riquezas?” (Lc 16.11).

Aqui, Jesus declara que se não formos dignos de confiança em administrar fielmente as riquezas materiais, não estaremos habilitados a ascender à posição superior de cuidarmos das riquezas espirituais.

Embora Jesus não esteja afirmando que as riquezas materiais sejam ruins em si mesmas, pois toda a criação material é boa (Gn 1.31), sua colocação parece deixar relativamente claro que há uma hierarquia superior em relação aos bens espirituais, que só poderão ser colocados sob nossa administração, caso sejamos bem sucedidos no gerenciamento das posses materiais.
Até a próxima

Um abraço e fica com Deus
Pr Paulo de Tarso

Leave a Reply